Pensar a pluralidade da mulher negra é foco de evento que acontece neste fim de semana em Bauru

Pensar a pluralidade da mulher negra é foco de evento que acontece neste fim de semana em Bauru

O evento Nós Terezas conta com atividades voltadas à autoestima e reflexão racial pela perspectiva de gênero, celebrando o Dia da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha e Dia de Tereza de Benguela.  Texto: Divulgação 22 de julho é um dia para falar das mulheres negras com o projeto “Nós, Terezas”. Organizado pela cientista social Vanessa Santos e pela idealizadora do “Elogie uma irmã negra”, Luana Protazio, o evento é um espaço para compartilhar vivências, proporcionar momentos de diálogo, reflexão e…

Read More Read More

Produtora formada apenas por mulheres negras traz, pela primeira vez ao Brasil, duo de Hip Hop Oshun

Produtora formada apenas por mulheres negras traz, pela primeira vez ao Brasil, duo de Hip Hop Oshun

Texto divulgação A Movimentar Produções surgiu quando Lunna Rabetti, Vanessa Soares, Cristina Dias e Nerie Bento, quatro mulheres negras que atuam em diversas áreas da cultura, resolveram unificar suas empresas e especialidades para criar um projeto mais amplo no ramo cultural e social. Dando início as atividades em grande estilo, a produtora traz pela primeira vez ao Brasil a dupla nova-iorquina de Hip Hop Oshun, formado pelas cantoras Niambi Sala e Thandiwe, duas jovens artistas independentes que descrevem seu som…

Read More Read More

{poema} Desnuda-te

{poema} Desnuda-te

Contribuição por Yasmin Morais #escrevapreta! especial mês da mulher negra. Desnuda tua alma, mulher Desnuda o peito encoberto por grinaldas Valas Enormes lacunas em teu ser oprimido. Desnuda a cor da tua pele, mulher Não é vergonha a marca que carregas E torna-te quem és. Desnuda a tua mente, mulher Mostra teus enigmas, malícia Teu frenesi de liberdade A aparte Inteligência progressiva, idealista, Feminista. Desnuda teu corpo, mulher Faça-te templo amistoso de contentamento Alento Goze em noites frenéticas de puro prazer,…

Read More Read More

{poema} PRETAS VELHAS

{poema} PRETAS VELHAS

Colaboração por Ana Dos Santos #escrevapreta! especial mês da mulher negra. Deixa eu te contar das pretas velhas da minha família: minha bisavó, minha avó, minha mãe e no futuro, eu! São pretas, crioulas, mulatas e caboclas também. São velhas enquanto jovens e jovens enquanto velhas. São mulheres fortes e frágeis, meninas e mães. Mais corajosas que alguns homens. Costuram com os fios da vida uma rede de teia de aranha. Cozinham na panela Segredos culinários. Benção de mãe é proteção…

Read More Read More

Querida Farm e outras marcas, suas desculpas prontas não revertem os efeitos do racismo.

Querida Farm e outras marcas, suas desculpas prontas não revertem os efeitos do racismo.

Quando uma marca retrata pessoas negras em posições de subserviência, ela reforça no imaginário um lugar único para a população negra. Por Luana Protazio Recentemente, a adoroFarm publicou em seu instagram a nova peça à lá raciste da marca: uma blusa cujas mangas estampam palmeiras, casa grandes, e, hum, pessoas negras remetendo a escravidão. Cá estamos nós de novo. Com a manifestação de pessoas negras apontando o óbvio, entre eles o estilista e blogueiro Jota C Angelo que trouxe o…

Read More Read More

{poema} NEGRA.

{poema} NEGRA.

Colaboração por Júlia Ferreira, 19 anos.  Estudante de Ciências Sociais na UNB. #escrevapreta! especial mês da mulher negra. Eu vim da África. Era rainha, princesa lá. Aqui me tornei escrava. Vendida, humilhada, estuprada. Eu vim da África e de tantas outras aldeias indígenas. Eu já era daqui. Roubaram a minha própria casa, mataram meus filhos. Meus filhos! Não sou mulher branca pra casar Meu sangue é quente, minha buceta é funda. Seios fartos, bunda grande. Um objeto. Vadia! Não me…

Read More Read More

30 DIAS POR RAFAEL BRAGA

30 DIAS POR RAFAEL BRAGA

No mês que marca quatro anos da prisão de Rafael Braga por porte de detergente e água sanitária, profissionais de diferentes organizações, movimentos e áreas de atuação se unem para uma grande mobilização nas ruas e nas redes.   Texto Divulgação Historiadores, jornalistas, relações públicas, advogados, educadores, criminalistas, sociólogos, videomakers, entre outras, se uniram para realizar, no mês de junho, uma campanha on e offline para elucidar as questões que envolvem a prisão e condenação do jovem Rafael Braga, preso…

Read More Read More

Você deve estar pensando o que você tem a ver com isso…

Você deve estar pensando o que você tem a ver com isso…

Desumanização da população negra, indiferença e indignação seletiva da sociedade são aval para a violência, encarceramento e genocídio. texto por Luana Protazio Nota: Este texto é um complemento do Me ver pobre, preso, ou morto, já é cultural, que apresenta dados que apontam que população negra e pobre está mais suscetível ao encarceramento, assim como ao homicídio. Leia aqui na íntegra. *** O que se iniciou no primeiro contato do europeu com povos africanos, se firmou na escravidão, permaneceu no…

Read More Read More

me ver pobre, preso ou morto, já é cultural.

me ver pobre, preso ou morto, já é cultural.

Dados mostram que população negra e pobre está mais suscetível ao encarceramento, assim como ao homicídio. Guerra às drogas é facilitadora deste processo. #RafaelBragaLivre texto por Luana Protazio Rafael Braga foi o único condenado preso no contexto das jornadas de junho de 2013, acusado de portar material explosivo quando levava dois frascos plásticos lacrados de produtos de limpeza, Rafael encontrava-se em regime aberto com uso de tornozeleira eletrônica havia pouco mais de um mês quando foi preso novamente, em 12 de…

Read More Read More

Poema: Querida garota da pele preta

Poema: Querida garota da pele preta

por Luana Protazio Querida garota da pele preta, Você é linda como é. Não “linda para uma garota de pele preta” Apenas linda, sem adicionais, mas ou para… Sem precisar ser hipersexualizada Sem precisar estar alisada Linda, assim, do jeitinho que você é. Indo ao mercado ou a balada, Merece ser respeitada, admirada, Contemplada Por si mesma. Você não precisa ter a pele mais clara Ou o cabelo menos crespo Você tem o tom de pele certo. O tom de…

Read More Read More