{poema} NEGRA.

{poema} NEGRA.

Colaboração por Júlia Ferreira, 19 anos.  Estudante de Ciências Sociais na UNB.
#escrevapreta! especial mês da mulher negra.

Eu vim da África. Era rainha, princesa lá. Aqui me tornei escrava. Vendida, humilhada, estuprada.
Eu vim da África e de tantas outras aldeias indígenas. Eu já era daqui. Roubaram a minha própria casa, mataram meus filhos. Meus filhos!

Não sou mulher branca pra casar
Meu sangue é quente, minha buceta é funda. Seios fartos, bunda grande.
Um objeto.
Vadia!
Não me dei ao respeito. Que respeito?
Nunca fui respeitada. Hipersexualizada.
Meus estupros povoaram o Brasil.
Meus filhos miscigeanados. Bastardos.
Passei de preta pra moreninha.
Gostosa que nem a globeleza, mas na novela das nove sou a empregadinha.
Empregada, quase da família, mãe preta dos seus filhos.
Seus filhos.
Deixo os meus pra trabalhar, tenho que me virar, afinal, quem que vai criar?
Preta
Eu vim da África
Me tornei daqui
Me tornei daqui?
Me embranqueceram
Mulata
Negra, mas é bonita
Cabelo duro? Tem que alisar

Mas opa! Pera lá! Olha bem pra mim!
Sou preta sim!
Tenho sangue de rainha, e rainha me tornei!
E olha, vou lhe dizer, não preciso de rei!
Sou a preta abusada sim!
E prestem bem atenção
Cês vão ter que me engolir!

One thought on “{poema} NEGRA.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: